Jornalista Paulo Henrique Amorim morre aos 76 anos

Jornalista passou pela Manchete, Globo, Bandeirantes e TV Cultura e estava desde 2003 na Record, tendo sido afastado em junho



Por:Jornal NC - Publicado em 11/07/2019

Jornalista Paulo Henrique Amorim morre aos 76 anos

O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu aos 76 anos na manhã desta quarta-feira (10). Ele estava em sua casa, no Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto, de acordo com a sua esposa, Geórgia Pinheiro. Ele havia acabado de retornar de um jantar com amigos. A morte foi confirmada ao vivo pela TV Record, onde o apresentador havia trabalhado nos últimos anos de sua carreira. A apresentadora Ana Hickmann, que foi apadrinhada por Amorim na televisão, falou sobre a perda do amigo. Amorim havia sido afastado da Record em junho. O jornalista era crítico ferrenho do governo Bolsonaro, apoiado pela direção da emissora, e havia feito uma postagem recente atacando o ministro da Justiça, Sergio Moro. A emissora nega que o afastamento tenha tido motivação política.

Nota de Pesar
A Record divulgou mais cedo uma nota de pesar identificando Paulo Henrique Amorim como “um dos mais talentosos jornalistas de sua geração” e explica como surgiu o bordão que consagrou o jornalista. Leia a seguir:
“Um dos mais talentosos jornalistas de sua geração, Paulo Henrique Amorim faleceu na madrugada desta quarta-feira (10/07), aos 76 anos, deixando um grande legado para a história da imprensa nacional.
Uma parte desta história foi escrita na Record TV, onde trabalhou desde 2003 e imprimiu sua marca em quatro programas. A estreia foi na apresentação do “Jornal da Record – 2ª edição”, onde também trouxe o quadro “Conversa Afiada”, que, na época, comentava os assuntos de política e economia. O telejornal mudou de nome e passou a se chamar “Edição de Notícias”. No ano seguinte, foi criador da revista eletrônica vespertina “Tudo a Ver”, que revelou para a televisão as apresentadoras Ana Hickmann e Chris Flores. Participou do primeiro time de apresentadores da Record News no programa “Entrevista Record News – Entretenimento”. De 2006 até este ano, apresentou o “Domingo Espetacular”.
PHA, como era chamado nos bastidores da TV, ficou famoso pelo seu bordão “Boa noite, Boa sorte!”, que admitia ter trazido de um apresentador da televisão americana da CBS chamado Edward Murrow, que dizia as tais palavras. Em entrevista ao portal R7, em 2015, comentou sobre sua paixão pela profissão: “Eu nasci jornalista e vou morrer jornalista. Vou morrer diante das teclas do computador”.
Paulo Henrique deixa esposa, uma filha e dois netos.
A Record TV lamenta profundamente o falecimento de Paulo Henrique Amorim e se solidariza com os amigos, familiares e admiradores. A todos, nossas sinceras condolências”.

Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados