Kim Jong-un se reúne com chanceler chinês na Coreia do Norte

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, se reuniu, na sede do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, em Pyongyang, com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, a quem felicitou pela recente aproximação com a Coreia do Sul



Por:Jornal NC - Publicado em 04/05/2018

Kim Jong-un se reúne com chanceler chinês na Coreia do Norte

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, se reuniu, na sede do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, em Pyongyang, com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, a quem felicitou pela recente aproximação com a Coreia do Sul. "A China apóia a bem sucedida reunião entre os líderes das duas Coreias e a Declaração de Panmunjom, que marcará uma época", destacou o ministro chinês, em seu encontro com Kim, referindo-se os entendimentos entre o líder norte-coreano e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, na última sexta-feira. O chanceler chinês afirmou que o encontro, realizado na semana passada, "criou uma oportunidade para resolver as questões da península coreana de forma política". Wang também acrescentou que a China "apoia o fim do estado de guerra na península", se referindo ao fato de que o conflito da década de 1950, no qual Pequim e Pyongyang foram aliados, terminou em um armistício, e não em um tratado de paz. "Apoiamos que a Coreia do Norte tenha foco na construção econômica", afirmou o ministro chinês, que também argumentou por que, no meio da atual virada diplomática, Pyongyang está levando em conta "as justas preocupações (do regime norte-coreano) com sua segurança". Resolução pacífica O comunicado citou o líder norte-coreano, dizendo que "as positivas mudanças na península fazem sentido e favorecem a resolução pacífica do problema da região". "A República Popular Democrática da Coreia quer, através da recuperação do diálogo e a construção de confiança mútua, eliminar as raízes das ameaças à paz da península", acrescentou Kim, segundo a nota oficial chinesa. A visita de Wang à Coreia do Norte acontece em um momento de abertura diplomática do regime de Kim, que teve início no fim de março, com uma visita secreta do líder norte-coreano a Pequim, onde se reuniu com o presidente chinês, Xi Jinping, depois de anos de tensas relações entre os dois países.


Veja Também: Polêmica em torno da Unasul deve ser negociada por Evo Morales


Curta nossa Fanpage no Facebook

Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados