Base Curricular do ensino médio pode ampliar desigualdades entre estados

Última versão da base foi entregue ao Conselho Nacional da Educação, o documento ainda será debatido em audiências públicas



Por:Jornal NC - Publicado em 12/04/2018

Base Curricular do ensino médio pode ampliar desigualdades entre estados

Especialistas afirmam que a Base Nacional Comum Curricular para o ensino médio elaborada pelo governo federal pode ampliar a desigualdade nos estados. Para o Ministério da Educação, a proposta aumenta a possibilidade de escolhas dos alunos e dá um padrão nacional aos currículos.
De acordo com os especialistas, a principal questão é que, ao contrário da BNCC para o ensino fundamental, o texto final com as diretrizes para o ensino médio não apresenta em detalhes as habilidades que devem ser ensinadas nos itinerários formativos propostos. Na avaliação deles, a ausência de dados específicos pode fazer que estados acabem adotando caminhos diferentes nos currículos, o que pode aumentar a diferença entre as escolas pelo país.
A última versão da base foi entregue pelo Ministério da Educação ao Conselho Nacional de Educação. Agora, o documento vai passar por audiências e debates antes de ser finalizado. Depois disso, ele será votado no conselho e homologado pelo ministério.

Veja Também: Secretários vão analisar documento que orientará currículos do ensino médio

Curta nossa Fanpage no Facebook

Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados