Universidades fazem atos contra ameaças de violência

Alunos se reuniram nas instituições em protesto contra agressões disseminadas por apoiadores de Jair Bolsonaro

Publicado em 05/11/2018

Durante a campanha eleitoral de 2018 e após a vitória de Jair Bolsonaro (PSL) para a Presidência da República, universidades em todo o país relataram casos de censura e ameaças de violência feita por apoiadores do presidente eleito. Em resposta, nos últimos dias, estudantes se organizaram pela democracia e para mostrar que não toleram agressões e qualquer tipo de preconceito. Confira as manifestações de resistência em algumas faculdades:
Universidade de Brasília (UnB)
Apoiadores de Bolsonaro fizeram uma manifestação na Universidade de Brasília (UnB) na tarde desta segunda-feira, 29. O protesto foi anunciado neste domingo, 28, durante comemoração da vitória do presidente eleito, onde eleitores afirmaram que “a universidade não é lugar de comunista”. Os manifestantes entraram em confronto com alunos da instituição e foram expulsos por eles. Assista aos vídeos:

Veja Também: Propostas de Bolsonaro e Haddad para ciência e tecnologia

Mackenzie (SP)
Na manhã desta terça-feira, 30, estudantes da Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo fizeram um protesto contra o racismo após um aluno gravar um vídeo em que faz apologia à morte de negros e pessoas com ideologia de esquerda.

Universidade de São Paulo (USP)
Nesta segunda-feira, 29, eleitores de Bolsonaro marcaram uma manifestação na Universidade de São Paulo (USP), zona oeste da capital paulista.
Em resposta às ameaças, cerca de mil estudantes se reuniram no prédio da história da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas e no da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Na Escola Politécnica, 20 manifestantes pró-Bolsonaro iniciaram um ato que pedia a privatização da USP. O protesto pretendia passar pela FFLCH, mas os PMs desaconselharam a ideia devido à quantidade de alunos contrários ao presidente eleito.

PUC Goiânia
Em Goiânia, alunos do curso de direito realizaram um protesto silencioso, em repúdio a mensagens racistas encontradas no banheiro da faculdade. Símbolos nazistas foram desenhados no local e compartilhados em uma conta de Instagram.

Curta nossa Fanpage no Facebook



Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados