Meninos em caverna na Tailândia foram encontrados vivos e esperam resgate

Doze meninos e seu técnico, foram encontrados vivos e estão à espera de resgate em uma caverna na Tailândia onde ficaram presos há 9 dias

Publicado em 05/07/2018

Doze meninos e seu técnico, integrantes de um time de futebol foram encontrados vivos e estão à espera de resgate em uma caverna na Tailândia onde ficaram presos há 9 dias e estavam, até então, sem comida.
Eles foram encontrados por mergulhadores, agrupados sobre uma rocha, tentando escapar de uma inundação que ainda traz riscos. Sete mergulhadores, incluindo um médico e um enfermeiro, foram ao encontro deles para checar seu estado de saúde, alimentá-los e mantê-los entretidos. Segundo autoridades que acompanham o caso, o resgate pode demorar até quatro meses, devido ao nível da água, a dificuldades de acesso e a outras condições a que estão submetidos. Também há previsão de mais chuvas no local nos próximos três dias, o que atrasa o trabalho.

Veja Também: Brasil poderá trazer de volta crianças separadas dos pais nos EUA

Como sobreviveram?
O holandês Ben Reymenants, parte da equipe internacional de resgate, disse que encontrar os jovens e o treinador vivos “foge do comum”.
Eles estão em bom estado de saúde, no escuro, e apenas três deles apresentavam arranhões e feridas. O especialista acredita que isso só foi possível porque tiveram sorte na escolha do lugar para aguardar o resgate.
Tentar adivinhar até onde a água subiu em enchentes anteriores é uma das estratégias que aponta, mas não se sabe, ainda, se foi essa a adotada pelo grupo.
Reymenants explicou que o lugar onde se encontram tem uma temperatura relativamente quente, de cerca de 26ºC, o que evitou uma possível hipotermia, como é chamada a diminuição excessiva da temperatura normal do corpo, um dos principais riscos quando se fica preso em uma área como essas.
Além disso, há água jorrando pelas paredes da caverna, o que foi essencial para evitar que desidratassem.
Especialistas estimam que o ser humano pode ficar sem comer por um período de 30 a 45 dias, mas que não resiste muito sem água. Alguns calculam que o tempo de sobrevivência sem ingerir o líquido varia de três a cinco dias, dependendo da pessoa, mas há casos que superam esse limite. No caso da alimentação, Reymenants explica que por causa de sua composição anatômica, as crianças podem sobreviver por mais tempo sem comida.

Como eles serão resgatados?
Há uma preocupação em retirá-los de lá o mais rápido possível por causa do aumento do nível da água. Há previsão de chuvas pelos próximos três dias e a lama dificulta o acesso das equipes de salvamento. O grupo de resgate considera a opção de levar equipamento de mergulho à caverna, e treiná-los para que possam ser retirados seguindo o mesmo caminho dos mergulhadores. Mergulhadores da marinha tailandesa, três mergulhadores especiais britânicos e militares dos EUA estiveram envolvidos nas buscas pelos meninos. Foi um trabalho penoso. Eles levaram várias horas para conseguir chegar ao grupo a partir da entrada, auxiliados por esforços de bombeamento de água 24 horas por dia para tentar limpar as águas da enchente. No total, mais de 1 mil pessoas foram envolvidas na operação, incluindo equipes da China, Mianmar, Laos e Austrália.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados