Roma proibirá circulação de veículos a diesel no centro da cidade a partir de 2024

A medida anunciada pela prefeita de Roma é similar às propostas que serão aplicadas em cidades como Madri

Publicado em 02/03/2018

A prefeita de Roma, Virginia Raggi, informou através do seu perfil no Facebook que proibirá a circulação de carros a diesel no centro da capital italiana a partir de 2024, para ajudar a frear os efeitos da mudanças climáticas.
“Estamos cada vez mais testemunhando fenômenos extremos: seca por longos períodos, como a que está acontecendo na região do Lácio; chuvas que em um dia podem derramar a água de um mês inteiro; ou nevascas incomuns, como as que estão atualmente acontecendo na Itália”, afirmou.
Na opinião de Virginia, é preciso “agir rapidamente” e tomar medidas “enérgicas” para proteger o meio ambiente. “Se quisermos intervir seriamente, devemos ter a coragem de tomar medidas enérgicas. Devemos agir sobre as causas e não apenas sobre os efeitos”, disse ela, ao participar de um congresso no México. A medida anunciada pela prefeita de Roma é similar às propostas que serão aplicadas em cidades como Madri, onde a prefeita, Manuela Carmena, assegurou que proibirá a circulação a diesel na cidade a partir de 2020.

Veja Também: Japão lança satélite espião para analisar instalações de mísseis da Coreia do Norte

O Superior Tribunal do Contencioso Administrativo da Alemanha considerou como legal que uma cidade proíba a circulação dos veículos a diesel mais poluentes, sem necessidade de uma lei nacional, para garantir a qualidade do ar nos núcleos urbanos.
O Tribunal alemão analisou se as cidades de Stuttgart e Düsseldorf contavam com base legal para incluir a proibição de circulação de veículos a diesel em seus planos de luta lutar contra a poluição, medida questionada pelos governos regionais.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados