Maior traficante de armas do Brasil vai a audiência em Miami

O governo brasileiro solicitou a extradição devido à suspeita de contrabandear armas ao país

Publicado em 02/03/2018

Apontado pela polícia do Brasil como o maior traficante de armas do país, o brasileiro Frederick Barbieri, de 46 anos, compareceu a um tribunal de Miami, nos Estados Unidos, onde ouviu seus direitos legais e foi informado da realização de uma audiência.
Na saída do tribunal, o advogado provisório de Barbieri, disse que pedirá na próxima audiência liberdade condicional para o acusado, que hoje usava um uniforme carcerário e estava algemado. A juíza Chris McAlley afirmou que Barbieri recebeu quatro acusações: 1) conspiração para cometer crimes contra o país; 2) entrega de armas de fogo a uma empresa de frete sem notificação escrita de que a carga continha armamento; 3) contrabando de armas de fogo e acessórios dos EUA para o Brasil; e 4) exportação de armas e acessórios sem licença.

Veja Também: Exército norte-americano recebe primeiro transgênero

O governo brasileiro pediu aos EUA, um dia depois da prisão de Barbieri, a sua extradição, devido à suspeita do mesmo comandar uma rede que contrabandeava armas ao Brasil para atender a traficantes de drogas.
O traficante de armas foi preso na Flórida. Ele tem cidadania americana e foi apontado como o comandante da organização responsável por um carregamento de 60 fuzis de guerra apreendidos em junho do ano passado no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados