Em cinco anos, carros ficaram até 43,8% mais caros no Brasil



Publicado em 02/09/2016

O fato de que tudo ficou ainda mais caro nos últimos meses não é novidade para nenhum brasileiro. No entanto, no ramo de alimentos, por exemplos, alguns produtos voltaram a ser vendidos a preços mais decentes, já que são suscetíveis a desempenho de safras e cotações no exterior. Por outro lado, entre os automóveis, a situação é bem diferente, afinal os aumentos de preços são constantes e, na maioria das vezes, não há reduções dos valores.
Em comparação com os preços praticados em 2011, os reajustes são superiores a 30% em grande parte dos veículos, podendo chegar a 40%. Estes aumentos podem ser justificados pela inflação acima de 40%, o que inclui o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) e o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), além da variação do dólar. Todavia, dá para considerar ainda que os carros também estão mais caros porque os consumidores estão dispostos a desembolsar valores mais altos para adquiri-los.

Veja Também: Primeiro Shelby Cobra é leiloado por R$ 44 milhões


Outra justificativa é que diversos modelos trocaram de geração, receberam facelift ou ficaram mais equipados. Um exemplo é o Honda Civic, que agora dispõe de versões com preços entre R$ 89,9 mil e R$ 125,9 mil, um enorme salto frente aos R$ 76,9 mil e R$ 95,3 mil cobrados pela geração anterior.Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados