Diplomatas russos expulsos pelo governo britânico deixam Reino Unido

Os 23 diplomatas russos expulsos pelo governo britânico

Publicado em 23/03/2018

Os 23 diplomatas russos expulsos pelo governo britânico devido ao envenenamento do ex-espião Sergei Skripal e de sua filha Yulia deixaram nesta terça-feira dia 20 o Reino Unido, ao terminar o prazo dado pelas autoridades do país.
Na semana passada, a primeira-ministra britânica, Theresa May, comunicou, na Câmara dos Comuns do Parlamento, a expulsão dos funcionários em represália pelo envenenamento dos Skripal com um agente nervoso de fabricação russa.
Ao fim do prazo, os diplomatas se despediram de seus colegas de embaixada, segundo imagens divulgadas pelos veículos de imprensa.
Moscou negou envolvimento no envenenamento do ex-espião e de sua filha, ocorrido no último dia 4 de março em Salisbury, no sul da Inglaterra, pelo qual ambos ainda permanecem hospitalizados em estado grave.
O líder do primeiro partido da oposição britânica defendeu a importância de continuar dialogando com o presidente russo, Vladimir Putin, após as críticas que recebeu nos últimos dias, tanto do governo quanto de alguns deputados trabalhistas, por não ter culpado abertamente a Rússia pelo envenenamento dos Skripal.
Na semana passada, Corbyn pediu a May que atue “com calma” e tenha uma atitude “comedida”, depois que ela anunciou a expulsão dos diplomatas russos do Reino Unido. Londres identificou a substância utilizada em Salisbury como um agente nervoso do tipo Novichok, de fabricação russa.

Veja Também: Morre o Famoso Físico britânico Stephen Hawking

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados