Brasileiros criam máquina para extrair metais preciosos de lixo eletrônico

Desenvolveram uma máquina capaz de extrair metais preciosos presente em celulares, peças de computador e componentes eletrônicos em geral

Publicado em 26/07/2018

Pensando em diminuir o impacto ambiental do descarte de lixo eletrônico, pesquisadores do Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer, de Campinas, São Paulo, desenvolveram uma máquina capaz de extrair metais preciosos presente em celulares, peças de computador e componentes eletrônicos em geral. O projeto foi iniciado em 2014 como parte do programa Ambientronic e combina diversos processos mecânicos capazes, inclusive, de separar o metal pesado existente em cada peça.

Veja Também: Barueri sedia primeiro grande evento de drones no Brasil

A ideia agora é ampliar a iniciativa e desenvolver uma planta industrial capaz de realizar esse tipo de reciclagem em larga escala.
O programa do CTI Renato Archer conta com parcerias empresas e representantes da indústria no Brasil a fim de estabelecer normas para produção, descarte e reciclagem de equipamentos eletrônicos, informa o site Inovação Tecnológica. A ideia é garantir que todos os envolvidos nesse processo sejam capacitados para reduzir o impacto ambiental do lixo eletrônico.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados