Prefeitura de Itapevi realiza Dia de Conscientização contra o HIV/AIDS

Através do controle por senhas previamente distribuídas, 150 doses de vacina são disponibilizadas diariamente no AME



Por:Jornal NC - Publicado em 08/02/2018

Prefeitura de Itapevi realiza Dia  de Conscientização contra o HIV/AIDS

A Prefeitura vai aproveitar a chegada do Carnaval para promover o Dia de Conscientização contra o HIV/Aids, que será realizado na próxima sexta-feira (9) na Praça 18, no Centro. No local, servidores públicos irão distribuir kits com materiais informativos sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Os testes rápidos e gratuitos para detecção do vírus HIV e da sífilis podem ser feitos na UBS do Jardim Rainha pelo SAE (Serviço de Atendimento Especializado).
A programação começa às 13h e inclui atividades recreativas para atrair público. A primeira delas será a aula de zumba, às 13h30, com apresentação da cantora Anitta cover na sequência, às 14h30. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Saúde e Bem-Estar e o Departamento de Cultura do município. O vírus HIV é contraído pelo contato com sangue, esperma, secreção vaginal e leite materno. Para haver o contágio, a secreção precisa penetrar no organismo de outra. Isto acontece por meio da relação sexual (heterossexual ou homossexual), ao se compartilhar seringas, em acidentes com agulhas e objetos cortantes infectados, na transfusão de sangue contaminado, na transmissão vertical da mãe infectada para o feto durante a gestação ou o trabalho de parto e durante a amamentação. O uso de preservativos nas relações sexuais é a melhor maneira de se prevenir da doença. Em Itapevi, é possível conseguir camisinhas gratuitamente nas unidades de saúde do município.

Veja Também: Saúde de Jandira intensifica ações contra o mosquito Aedes aegypti

Segundo informações do Ministério da Saúde, os principais sintomas da AIDS são febre, aparecimento de gânglios, crescimento do baço e do fígado, alterações elétricas do coração e/ou inflamação das meninges nos casos graves. Na fase aguda, os sintomas duram de três a oito semanas.
No período crônico, os sintomas estão relacionados a distúrbios no coração e/ou no esôfago e no intestino. Os estudos apontam que cerca de 70% dos portadores permanece de duas a três décadas na chamada forma assintomática (sem perceber os sintomas) ou indeterminada da doença.

Curta nossa Fanpage no Facebook

Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados