Internações hospitalares caem na Austrália após pico da Ômicron

Autoridades pedem que população tome doses de reforço



Por:Jornal NC - Publicado em 15/02/2022

Internações hospitalares caem na Austrália após pico da Ômicron

Os casos hospitalares e de pessoas internadas em unidades de terapia intensiva por covid-19 na Austrália continuaram a cair. As autoridades pedem à população que tome as doses de reforço da vacina para prevenir doenças graves e mortes pelo novo coronavírus.
Alimentado pela variante Ômicron do novo coronavírus, o total de infecções na Austrália já atingiu quase 2,4 milhões, quase 10% da população do país, com cerca de 2,2 milhões apenas nos últimos dois meses.

O impacto menos letal da Ômicron e o ritmo crescente do programa de doses de reforçoda vacina têm alimentado o otimismo de que o pior surto da pandemia na Austrália pode ter atingido o pico. Dominic Perrottet, líder de Nova Gales do Sul, manifestou esperança em meio a um declínio constante nos casos hospitalares.

Veja Também: São Paulo: pista interditada da Marginal Tietê pode ser reaberta até o dia 11

Pouco mais de 2 mil pessoas com covid-19 estão em hospitais no estado, o mais populoso da Austrália e o mais atingido durante a onda da Ômicron. Essa é a contagem mais baixa em três semanas. “É bom ver o declínio nas hospitalizações e admissões na UTI e esperamos que essa tendência continue”, disse o chefe de Saúde de Nova Gales do Sul, Kerry Chant.

A Austrália teve grande sucesso em conter a covid-19 no início da pandemia, ajudada por duras restrições de viagens e distanciamento social. Começou a flexibilizar as medidas no fim do ano passado, depois de atingir taxas de vacinação mais altas, apesar da ameaça da variante Ômicron.

Curta nossa Fanpage no Facebook

Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 - 2022 - Jornal NC. Todos os direitos reservados