Vulcão deixa 26 casas destruídas no Hawaí

A preocupação do governo é com alguns moradores que não respeitaram o alerta de saída obrigatória de suas casas

Publicado em 10/05/2018

O vulcão entrou em erupção na última sexta-feira dia 4, após uma semana de intensa atividade sísmica. O magma (massa mineral pastosa, em estado de fusão) que sai das crateras abertas do Kilauea alcança mais de 60 metros e provocou o aparecimento de novas fissuras na ilha.
A lava está passando muito perto de residências cujos moradores não atenderam ao chamado para buscar abrigos. Cerca de 1.700 residentes receberam ordem de saída, mas o governo afirma que nem todos seguiram a orientação. Cerca de 700 casas estão na área que recebeu instrução de saída obrigatória.

Veja Também: Vulcão entra em erupção no Havaí e população recebe ordem de saída

Algumas fissuras do vulcão já pararam de emitir os jatos de magma, mas alguns continuam ativos.
A preocupação também é com o dióxido de enxofre, o gás altamente tóxico que sai de algumas crateras.
A agência de Defesa Civil emitiu no alerta informando que “a atividade eruptiva está aumentando e deve continuar”. As autoridades do Hawaí indicaram que as casas destruídas estavam em Leilani Estates. A população que saiu de casa se refugia em escolas e na Cruz Vermelha no arquipélago.

Curta nossa Fanpage no Facebook



Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados