Se tivesse votado, São Paulo seria contra o árbitro de vídeo no Brasileirão

São Paulo também é contra clubes pagarem pelo uso do árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro

Publicado em 08/03/2018

O que deixa o placar final desta votação em 13 a 7.
A favor: Flamengo, Botafogo, Bahia, Chapecoense, Palmeiras, Grêmio e Inter. Contra: São Paulo, Corinthians, Santos, América-MG, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR, Paraná, Vasco, Fluminense, Sport, Vitória e Ceará.
O presidente do Tricolor, Carlos Augusto Barros e Silva, não participou desta votação no Conselho Técnico da Série A. O dirigente precisou sair da reunião por “motivos particulares”. Mas, se tivesse votado, seria contra.
A posição do São Paulo é de que a CBF deveria pagar pelo árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro. O custo estimado da operação é de R$ 20 milhões.

Veja Também: Superliga de Vôlei Feminina: Hinode/Barueri vence a quinta partida consecutiva

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados