Ex-refugiada recebe Nobel da Educação como melhor professora do mundo

Hanan al-Hroub recebeu um prêmio no valor de US$ 1 milhão

Publicado em 16/03/2016

Uma professora palestina que cresceu em um campo de refugiados ganhou o prêmio Global Teacher, considerado o “Nobel da Educação”. O anúncio do vencedor, que receberá US$ 1 milhão, foi feito pelo papa Francisco.
Após a infância em um campo palestino perto de Belém, a professora Hanan Al Hroub hoje dá aulas para refugiados.
Ela trabalha com crianças traumatizadas pela violência, usando jogos e brincadeiras encorajando-as a trabalhar juntos e recompensando atitudes positivas.
“Professores podem mudar o mundo”, disse ela após receber a premiação.
“Estou orgulhosa de ser uma professora mulher palestina aqui neste palco.”
Ela disse que usará o dinheiro do prêmio ajudando seus alunos. O papa Francisco enviou um vídeo dizendo que os professores “construíam paz e unidade”.
Veja Também: Universidade de Portugal passa a aceitar nota no Enem em seleções
Brasileiro
Entre os indicados ao prêmio havia um brasileiro, o professor voluntário Marcio Andrade Batista. Ele dá aulas no Mato Grosso com uma metodologia que se baseia na aplicação das ciências à vida cotidiana.
Marcio foi o primeiro brasileiro a entrar na lista de 50 finalistas
Marcio estava na lista de 50 finalistas divulgada pela ONG Varkey Foundation, que concede o prêmio. Ele foi o primeiro brasileiro selecionado em três anos do prêmio. Mas ele não entrou na lista dos 10 finalistas que subiram ao palco do evento.
Entre os finalistas havia ainda professores da Índia, Quênia, Finlândia, Inglaterra e Estados Unidos.Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados