Trump diz que está pronto para atacar a Síria com mísseis

O presidente alelerta a rússia sobre uma ação militar envolvendo um ataque com mísseis contra a Síria



Por:Jornal NC - Publicado em 12/04/2018

Trump diz que está pronto para atacar a Síria com mísseis

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, alertou a Rússia, em mensagem no Twitter, sobre uma ação militar envolvendo um ataque com mísseis contra a Síria. “A Rússia promete derrubar todos e quaisquer mísseis disparados contra a Síria. Prepare-se Rússia, porque eles virão, bons, novos e espertos!”, escreveu.
O anúncio ocorre quatro dias depois de o governo sírio ser acusado de lançar um ataque químico que matou civis na região de Ghouta Oriental.
Trump também usou um tom mais ofensivo ao referir-se à aliança entre a Rússia e o governo de Bashar Al Assad. Segundo ele, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, não deveria ser parceiro de um “animal assassino” que usa gás para matar e “gosta disso”.
O presidente norte-americano disse, na última segunda-feira (9), que em 24 ou 48 horas anunciaria sua decisão sobre a Síria. A mensagem de Trump aumenta a tensão política e militar na região.

Ataque
No começo do mês, Trump havia dito que planejava retirar tropas dos EUA da Síria. Após os ataques químicos no fim de semana, ele subiu novamente o tom das declarações.
Em mensagem no Facebook, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, disse que “mísseis inteligentes deveriam voar em direção a terroristas, não ao governo legal que vem combatendo o terrorismo internacional há vários anos em seu território”.
O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou que a Rússia espera que todas as partes envolvidas na Síria evitem quaisquer medidas que possam “desestabilizar significativamente” uma situação já “frágil”.
A Organização Mundial da Saúde disse que 500 pessoas foram atendidas em hospitais em Duma, a menos de 17 quilômetros de Damasco, com sintomas de exposição a produtos químicos tóxicos e que 70 pessoas que estavam em porões morreram.
Pelo menos 43 dos mortos apresentavam “sintomas relacionados a uma exposição a agentes químicos altamente tóxicos”, disse em comunicado a agência das Nações Unidas, após ter revisado as informações fornecidas por entidades com as quais trabalha e que apoia localmente.

Veja Também: Agência da ONU diz que Israel tem obrigação legal de indenizar palestinos

Curta nossa Fanpage no Facebook

Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados