TSE aprova com ressalvas contas de oito partidos e rejeita prestação de outros três



Por:Jornal NC - Publicado em 28/04/2016

TSE aprova com ressalvas contas de oito partidos e rejeita prestação de outros três

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou com ressalvas, nesta terça-feira, a prestação de contas referentes a 2010 de oito partidos, entre os quais o PSDB e PMDB. A corte determinou a devolução de quantias que somam, ao todo, R$ 2,7 milhões aos cofres públicos. Três legendas, PRTB, PMN e PDT, tiveram suas contas desaprovadas.
Por unanimidade, a corte eleitoral apontou irregularidades nas contas do PSDB em 2010 e impôs a devolução de R$ 1,109 milhão ao erário. De acordo com o relator, ministro Henrique Neves, a prestação do partido inclui, por exemplo, notas fiscais ilegíveis e faltam documentos que deveriam ter sido apresentados à corte. A legenda poderá parcelar a multa em seis vezes a partir de janeiro do ano que vem.
As contas PCdoB, PSB, PSDC, PV, PRP, PTN e PMDB também foram aprovadas com ressalvas. Essas legendas não sofreram sanções porque as irregularidades identificadas ficaram abaixo do índice de 7% do valor total apresentado ao TSE.


Veja Também: “É lamentável” diz Dilma, sobre homenagem de Bolsonaro à Ustra


Já o PMN teve as contas integralmente desaprovadas e foi obrigado pelos ministros da Corte Eleitoral a devolver R$ 1,387 milhão aos cofres públicos, a maior multa aplicada às legendas no julgamento desta terça-feira. O partido também ficará oito meses sem receber os repasses do fundo partidário. PDT e PRTB também tiveram as contas rejeitadas. O primeiro terá dois meses de repasses suspensos em 2017; já o segundo deverá devolver ao fundo partidário a quantia de R$ 238 mil.
As contas do PT referentes a 2010 ainda não foram julgadas pelo tribunal. A assessoria técnica da corte recomendou que o partido seja punido por irregularidades como a contratação da agência Pepper, investigada na Operação Acrônimo. O ministro Luiz Fux, relator do caso, determinou a citação dos dirigentes partidários.
Como o prazo final para o julgamento termina no próximo dia 30 de abril, os ministros concordaram que as contas que ainda não foram julgadas em plenário poderão ser decididas monocraticamente até o fim da semana. Caso isso não ocorra, o prazo prescreve favorecendo o PT, que poderá ficar livre de pagar multa por uso irregular do fundo partidário.Curta nossa Fanpage no Facebook

Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados