Secretário de Temer é acusado de agressão, assédio e ameaça por duas mulheres

Bruno Santos foi denunciado por duas mulheres. Ex-mulher afirma que recebeu socos, tapas, puxões de cabelo e chutes, além de ter sido ameaçada com uma faca



Por:Jornal NC - Publicado em 28/06/2016

Secretário de Temer é acusado de agressão, assédio e ameaça por duas mulheres

O Secretário Nacional de Juventude, Bruno Moreira Santos, nomeado pelo presidente interino Michel Temer, é acusado de agressão, assédio sexual e ameaça por duas mulheres.
Ele foi denunciado pela sua ex-mulher por agredi-la com socos, tapas, puxões de cabelo e chutes e ameaça-la com uma faca, segundo o boletim de ocorrência que foi registrado em Belo Horizonte (MG).
Bruno negou conhecer a mulher, mas depois admitiu que dois tiveram uma filha, segundo ele o registro da ocorrência aconteceu porque ele ganhou a guarda da criança na justiça.


Veja Também: Os ministros de Temer com problemas na Justiça; entenda

Em outro boletim de ocorrência, de setembro de 2015, constam acusações de assédio sexual por parte de uma funcionária de Bruno, que foi subordinada a ele em uma agência do governo de Minas Gerais. Segundo o documento, o secretário fazia propostas de relacionamento à vitima e a convidava para viajar. Ao ser recusado, teria começado a ameaçar a mulher com a demissão.
O nomeado de Temer afirmou novamente não ter conhecimento do fato e alegou que as denúncias surgiram logo que demitiu a funcionária. Bruno Santos tem 24 anos, é presidente da Juventude Nacional do PMDB e filho do deputado estadual de Minas Gerais Cabo Júlio, do mesmo partido.Curta nossa Fanpage no Facebook

Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados