Primeiro grupo de cubanos do Mais Médicos deixa país em novembro



Por:Jornal NC - Publicado em 25/07/2016

Primeiro grupo de cubanos do Mais Médicos deixa país em novembro

Os primeiros médicos cubanos que chegaram ao Brasil em agosto de 2013 para participar do programa federal Mais Médicos devem deixar o país em novembro. Já estava previsto que o grupo de 2.400 profissionais teria um contrato de três anos, que se encerraria em julho.
Na sexta-feira (15) - em reunião entre o Ministério da Saúde, a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e representantes do governo de Cuba - a permanência dos médicos no país foi prorrogada até novembro para garantir a “continuidade do atendimento à população nas cidades durante o período eleitoral e dos Jogos Olímpicos”. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde, atualmente a pasta está em negociação com a Opas e com o governo de Cuba para definir o futuro da parceria.

Veja Também: Passar muito tempo em frente ao computador pode prejudicar a visão

Atualmente, existem 11.429 médicos cubanos trabalhando no país e o fim iminente do contrato se refere somente aos primeiros 2.400 profissionais que chegaram ao Brasil.
O Ministério da Saúde acrescentou que, no início do mês, desembarcaram no país 50 médicos cubanos e a previsão é que mais 500 cheguem nos próximos dias para repor vagas desocupadas. Ainda segundo a pasta, vagas desocupadas tanto por médicos brasileiros como de outras nacionalidades são repostas por chamadas trimestrais.
Curta nossa Fanpage no Facebook

Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados