Número de novos títulos eleitorais por adolescentes cai 82% em uma década

TSE não vê desinteresse do jovem na política, mas aponta reflexos da pandemia de Covid-19 e mudança na pirâmide etária brasileira



Por:Jornal NC - Publicado em 31/03/2022

Número de novos títulos eleitorais por adolescentes cai 82% em uma década

Em uma década, o número de adolescentes de 16 e 17 anos que solicitaram o primeiro título de eleitor caiu 82%, segundo um levantamento baseado em dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em 2012, 2.603.094 pessoas dessa faixa etária pediram o documento, enquanto neste ano, até 21 de março, foram 466.227. Neste 2022 de eleição presidencial, 96.325 meninas de 16 anos e 160.663 de 17 anos, além de 69.002 de meninos de 16 anos e 140.237 de 17 anos se registraram e podem exercer o primeiro voto.

Para o analista de enfrentamento à desinformação do TSE, Diogo Cruvinel, a queda é motivada por mudanças na composição de idade da população brasileira. Além disso, Cruvinel avalia que existem reflexos do enfrentamento ao coronavírus. O analista do TSE ainda aponta que a busca pela emissão do título costuma ser maior durante anos de eleições municipais, devido à proximidade que a população tem com os candidatos. Entre os estados, o que registrou maior queda foi a Bahia (88%), que passou de 231.969 pedidos de primeiro título de adolescentes de 16 e 17 anos, em 2012, para 25.991, em 2022.

Veja Também: Receita abre consulta a lote de restituição do Imposto de Renda

Em seguida, Rio Grande do Norte e Rondônia registraram uma diminuição de 87%. São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, os três estados com maior eleitorado, tiveram reduções de 78%, 78% e 84%, respectivamente. Apesar do TSE descartar o desinteresse dos adolescentes para esse resultado, Jairo Nicolau, cientista político e professor da Fundação Getúlio Vargas, acredita que é um fator que pesa.

De 1989 pra cá, vimos esse número cair bastante nessa faixa etária. Antes era algo perto de 70%, hoje chega a 40%, 30%, o que constata esse desinteresse. Os partidos estão bem envelhecidos, não há renovação etária, há dificuldade de diálogo e de atrair jovens para a militância. A expectativa dos jovens nessa idade também é muito diferente do que é debatido. Temas como diversidade, meio ambiente, mercado de trabalho e universidades não são prioritários. O Tribunal Superior Eleitoral promoveu a Semana do Jovem Eleitor, que terminou com 96.425 novos títulos para o público entre 15 e 18 anos. O presidente do TSE defende que a presença da juventude nas eleições é necessária para oxigenar a democracia.

Como solicitar o título eleitoral?
O pedido para tirar o título de eleitor pode ser feito pela internet, no portal do TSE (tse.jus.br). O interessado deve ir na aba “Eleitor e eleições”, clicar em “Autoatendimento do eleitor” e selecionar “Tire seu título”.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 - 2022 - Jornal NC. Todos os direitos reservados