Educação é defendida como ferramenta para combater fake news

O objetivo do debate é como fazer jovens e crianças passarem a interpretar melhor notícias vindas das redes sociais



Por:Jornal NC - Publicado em 11/05/2018

Educação é defendida como ferramenta  para combater fake news

A Importância da Educação Midiática na formação da cidadania e no combate às notícias falsas foi a pauta da 12ª Conferência Legislativa sobre Liberdade de Expressão, realizada na Câmara dos Deputados, em Brasília.
Para a presidente do Instituto Palavra Aberta, Patrícia Blanco, o objetivo do debate é discutir como fazer com que crianças e adolescentes passem a interpretar, de forma correta, o conteúdo de informações que recebem, especialmente por meio das redes sociais. A instituição defende que esse tema faça parte das competências exigidas pela Base Nacional Comum Curricular.

Educação básica
O deputado Mendonça Filho (DEM–PE), ex-ministro da Educação, destacou que o combate às chamadas fake news exige “ foco na educação básica e formação do ponto de vista educacional, que leve em conta novos pontos de vista de julgamento e senso crítico, para avaliar se determinada informação deve ser multiplicada”. Nesse sentido, ele lembrou que 54,73% das crianças, de oito anos das escolas públicas no Brasil, apresentam deficiência de leitura. Os dados são da Avaliação Nacional da Alfabetização de 2016. Na região Norte, segundo essa pesquisa, esse número sobe para 70,21%.


Veja Também: Dólar fecha no maior nível em 9 meses na véspera de julgamento no STF


Eleições
A preocupação com as fake news nas eleições foi trazida pelo ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) , Carlos Bastide Horbach.
O ministro destacou que este debate há muito tempo povoa as eleições. Horbach disse que sem checar as informações, um familiar replica uma notícia falsa dando a ela uma confiabilidade que antes não se tinha. O ministro falou ainda das ações de educação do eleitor desenvolvidas há mais de 20 anos pelo TSE, como o projeto “Eleitor do Futuro”, desenvolvido em parceria com escolas. Ainda segundo o ministro, apesar de mecanismos eficazes de combate a fake news nos processos eleitorais, a Justiça tem atuado com cuidado e a parcimônia que exige a tutela das eleições e a liberdade de expressão. Ele lembrou que nas últimas eleições vários provedores de internet foram notificados para retirar fatos falsos do ar.


Curta nossa Fanpage no Facebook


Seu Portal de últimas notícias das cidades de Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Osasco, São Paulo e região de Alphaville e Granja Viana.

Publicidade


Contato

Telefone
(11) 9 8476-9654

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2019 - Jornal NC. Todos os direitos reservados