Calmon: Kicks uniu espaço de HR-V a pitada de Evoque; e acertou



Publicado em 22/07/2016

A Nissan precisava mesmo de algo diferenciado para dar impulso às vendas no Brasil e diminuir a ociosidade da fábrica de Resende (RJ), até agora restrita ao March e ao Versa. A aposta nos SUVs compactos (em cincos anos o segmento passou de 2% para 10% do mercado), com o lançamento do Kicks, veio com o produto certo, na hora certa.
A marca tem pressa: vai importar do México pelo menos 3.000 unidades/mês e o carro estará disponível primeiro aqui. No início de 2017 (até março) começa a produção brasileira.
Estilo marcantemente rebuscado de um verdadeiro crossover atrai, de fato, a atenção. A frente mostra uma grade cromada em V, faróis avantajados e “assinatura estilística” em LED (não é DRL). O desenho do teto, em leve inclinação, e a solução da coluna traseira lembram o Ranger Rover Evoque, muito bem aceito em todo o mundo.

Veja Também: Novo Toyota Supra e BMW Z4 serão irmãos de plataforma

Na tampa traseira, uma série de recortes acompanha o contorno das lanternas em forma de bumerangue. Coeficiente de forma aerodinâmica (Cx) de 0,34 está entre os melhores do segmento.
Arquitetura reforçada nos locais certos é a mesma do Versa, mas a distância entre-eixos de 2,61 m (1 cm a mais que o sedã) coincide com a do Honda HR-V. Comprimento igual ao crossover da Honda, largura e altura também muito próximas não deixam dúvida sobre o adversário-alvo.
Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados