Morre ator Guilherme Karan, aos 58 anos

O ator sofria de uma doença degenerativa

Publicado em 07/07/2016

Na manhã desta quinta-feira, dia 7 de julho, o ator Guilherme Karan morreu, aos 58 anos, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelos familiares do ator, que contou que sofria com a síndrome degenerativa de Machado-Joseph.
Karan ficou internado durante dois dias no hospital Naval Marcílio Dias, na Zona Norte do Rio de Janeiro. A doença apresenta um quadro progressivo de incoordenação e não temhá cura. Debilitado e ainda jovem, o ator preferiu não receber visitas e foi cuidado pelo pai, Alfredo Karan. Ele estava sem conseguir andar, falar nem se alimentar pela boca.
A mãe e dois irmãos do artista também morreram por conta da doença, que começou a se manifestar em Karan no início dos anos 2000.

Veja Também: Lei que obriga farol baixo durante o dia em rodovias entra em vigor nesta sexta-feira (8)
Sobre o ator
Carioca, nascido em 8 de outubro de 1957, Guilherme Karan se destacou por fazer parte do grupo ousado e pioneiro do TV Pirata, que inovou na forma de fazer humor na televisão. Um de seus personagens mais marcantes era o machão Zeca Bordoada, que detestava frescuras. Trabalhou com artistas como Ney Latorraca, Diogo Vilela, Cristina Pereira e Luiz Fernando Guimarães.

Sua primeira novela foi Partido Alto (1984) e fez parte do elenco de grandes folhetins como Dona Beija, Meu Bem, Meu Mal, Explode Coração, Pecado Capital e O Clone. Sua última novela foi América, exibida em 2005.


Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados