Confira as novas regras do futebol que já valem para o Brasileirão

As novas regras já estão em vigor no Brasil, mudanças no campo, número de jogadores e decisão por pênaltis são alguns dos itens que tiveram mudanças nas regras

Publicado em 25/05/2016

Com o início do Campeonato Brasileiro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu antecipar a adoção das mudanças das regras do futebol, impostas pela Associação Internacional de Futebol em março deste ano. A modificação - a maior realizada nos últimos 130 anos - teria como objetivo endereçar regras que hoje geram polêmicas e dúvidas no esporte.
As novas regras já estão em vigor no Brasil e devem ser adotadas em todo mundo até o começo do próximo mês, quando passam a ser obrigatórias. Algumas das determinações, no entanto, são bastante curiosas e ditam de normas para o gramado, expulsões, cobranças de pênaltis e até mesmo para a participação de animais no gramado.
Mudanças no Campo
A nova regra regulamenta os campos híbridos, mas não permite que a área dentro das quatro linhas tenha partes com grama sintética e grama natural.
Cabe a cada competição determinar as medidas que serão aceitas para os campos.
Toda propaganda precisará ter uma distância mínima de um metro para as laterais.
Logos das competições, escudos de time e outros emblemas podem aparecer nas bandeiras de escanteio (assim como nas bandeiras do CT Joaquim Grava), mas não podem ser comercializadas para propaganda.


Veja Também: Ciclista de Osasco é escolhido embaixador do 10º Granfondo Brasil

Jogadores
Número mínimo de jogadores é sete.
Jogador pode ser expulso pelo árbitro antes mesmo de a bola rolar (neste caso, pode ser substituído por algum jogador que constava então como reserva).
Caso um jogador reserva (ou que já tenha sido substituído), técnico, massagista, médico ou jogador expulso interfiram na partida, a falta será marcada. Se o lance for dentro da área, será marcado pênalti.
Se um gol for marcado quando houver uma ou mais pessoas em campo e caso a partida não tenha sido paralisada pelo árbitro, o gol será validado.
Decisão por pênaltis
Substituição de goleiro será permitida ao longo de uma decisão por pênaltis.
Na cobrança de pênaltis, o lance só termina quando a bola ultrapassa a linha quando o goleiro a agarra ou quando para de se mover.
Caso o encarregado de cobrar o pênalti deixe o gramado no meio da série de cobranças, a tentativa será perdida.

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados