Mendonça Filho diz que DEM deve fechar questão na reforma da Previdência

Avaliou que mais de 80% dos Democratas se manifestou de forma favorável à aprovação da PEC como uma agenda do Brasil e não do governo

Publicado em 15/12/2017

O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse no dia 12 que o Democratas deve fechar questão em favor da reforma da Previdência. Ao participar da reunião da bancada do partido na Câmara, ele avaliou que mais de 80% do grupo se manifestou de forma favorável à aprovação da PEC como uma agenda do Brasil e não do governo. Se o partido fechar questão, os parlamentares que votarem de forma contrária poderão ser punidos. Mendonça disse ainda que se for necessário poderá retomar seu mandato de deputado federal para reforçar os votos da base aliada.

Veja Também: Michel Temer faz apelo a prefeitos para que apoiem a reforma da Previdência


O ministro disse que a bancada ainda tem alguns deputados que resistem à reforma, mas acredita que dará tempo de votar a reforma ainda este ano. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também se mostrou otimista sobre a adesão de seu partido. Maia confirmou a previsão de iniciar a discussão na próxima quinta-feira dia 14 e abrir a votação a partir da sessão de terça-feira do dia 19 de manhã. Rodrigo Maia reafirmou que só colocará a proposta em votação se tiver certeza de um quórum de pelo menos 330 votos favoráveis à matéria. Para ser aprovada, a PEC precisa do apoio de pelo menos 308 deputados em dois turnos.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados