Prefeitura de Osasco e Governo do Estado realizam mobilização para vacinação contra Febre Amarela



Publicado em 07/12/2017

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Saúde, em parceria com o Governo do Estado, promoverá nos dias 2, 3 e 9/12, uma megaoperação de vacinação contra a Febre Amarela aos moradores dos bairros Bonança, Industrial Anhanguera, Fazenda Paiva Ramos, Santa Fé e Três Montanhas. O público alvo desta ação preventiva, são moradores, estudantes e pessoas que circulam nesses bairros, que estão próximos à mata da Fazenda Paiva Ramos, conectada ao corredor ecológico de conservação florestal do parque Horto Florestal, localizado na zona Norte da capital paulista. Serão montados dois postos volantes de vacinação: um dentro da escola Jeanete Beauchamp, e o segundo na escola Maria José Ferreira Ferraz. A distribuição de senhas começará às 8h, encerrando-se às 16h. A prefeitura pretende imunizar cerca de 5 mil pessoas por dia de mobilização. Vale destacar que Osasco não possui casos positivos de Febre Amarela e nem macacos mortos nestas matas, mas faz parte da Área com Recomendação de Vacina Temporária (ACRT), determinada pela Secretaria de Estado de Saúde.

Veja Também:Novembro azul: a conscientização e o diagnóstico precoce é a melhor solução para o câncer de próstata

Contraindicação
Quem não pode tomar a vacina são crianças com menos de 9 meses de idade; Quem tem alergia a ovo ou derivados da galinha; Gestantes; Mulheres que amamentam crianças com menos de 6 meses de idade.

Quem precisa de avaliação sobre a possibilidade de tomar a vacina?
Pessoas com câncer em tratamento com quimioterapia ou radioterapia;
Transplantados de órgãos ou medula óssea; Quem usa cortidóide com dose imunossupressora; Quem tem HIV e qualquer doença imunossupressora; Quem faz uso de medicamentos imunossupressores; Quem tem Miastenia Gravis, doenças do timo, Lúpus, Doença de Addison, Artrite reumatoide.
Não haverá avaliação médica no local. Caso haja indicação médica para que esses pacientes recebam a dose, o interessado deve apresentar laudo que comprove a necessidade da vacinação, apesar da contraindicação.

Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados