Funaro diz que pagou despesas e desafia Cunha a teste em detector de mentiras



Publicado em 01/11/2017

O corretor de valores Lúcio Funaro afirmou Terça-feira (31) ter pago despesas milionárias para Eduardo Cunha e desafiou o deputado cassado a passar, junto com ele, por um teste em um aparelho detector de mentiras, como uma maneira de comprovar que diz a verdade perante a Justiça.

Veja Também: Conselho de Ética do Senado deve decidir futuro de Aécio Neves em novembro

Funaro, que foi interrogado em Brasília na ação penal da Operação Sépsis, ficou irritado com as perguntas tidas como repetitivas do advogado de Cunha Délio Lins e Silva Júnior e, antes de encerrar seu depoimento, disse que estava disposto a se submeter a um polígrafo, equipamento de detecção de mentiras, para repetir as acusações que fez contra o ex-deputado. Nesta terça-feira, Funaro disse ter pago centenas de despesas em nome do ex-deputado ao longo dos últimos 15 anos, incluindo dez carros de luxo, entre eles uma BMW e um apartamento em São Paulo.

Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados