Suspeito de participar de chacina em Barueri e Osasco é preso

Suspeito era da Polícia Militar, mas seu nome não foi divulgado

Publicado em 16/11/2015

Foi confirmada no último dia 10, por meio da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, a prisão de um policial militar suspeito de participar da chacina que aconteceu em agosto na grande São Paulo. Segundo a secretaria o PM “Foi preso preventivamente acusado de coação a testemunha, nas investigações sobre os crimes de Osasco e Barueri”.
Até o momento 7 PMs e um guarda civil foram presos acusados de participar da chacina que deixou 19 mortos nas cidades. A principal hipótese das investigações é a de que a chacina tenha sido cometida por policiais, como vingança pela morte do PM Avenilson Pereira de Oliveira, ocorrida no dia 7 de agosto, em Osasco. Há ainda a possibilidade de que os homicídios sejam um revide à morte de um guarda civil metropolitano, no dia 12 de agosto, em Barueri.
Veja Também: Testemunha de chacinas envolvendo PMs é morta em São Paulo
O nome do cabo e o nível de sua suposta participação no crime não foram divulgados, porque o processo corre sob segredo de Justiça. A prisão preventiva, que não tem prazo determinado, foi decretada pelo juiz Dalton Abranches Safi.
Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados