Incêndios florestais deixam 40 mortos em Portugal e na Espanha



Publicado em 20/10/2017

Os incêndios florestais de grandes proporções deixaram 40 mortos e mais de 50 feridos em Portugal e na Espanha.
Na Espanha, quatro pessoas morreram por causa do fogo, de acordo com dados preliminares divulgados pela agência Associated Press.

Em Portugal, o último balanço da Defesa Civil informou que 36 pessoas morreram e 63 ficaram feridas entre domingo (15) e esta segunda-feira (16) nas regiões central e norte do país. Ao menos 16 feridos estão em estado grave e há 7 pessoas desaparecidas. O governo declarou estado de emergência pública em todas as regiões ao norte do rio Tejo, um território com metade do tamanho de Portugal continental, e decretou três dias de luto nacional.

Veja Também: Rússia ameaça retaliação aos EUA após “invasão” de consulado em San Francisco

A porta-voz do órgão, Patricia Gaspar, disse à AP que o número de mortos pode aumentar. “Ainda estamos fazendo buscas em áreas incendiadas para ver se há mais vítimas”. O diário português “Público” ressalta que o número de vítimas é provisório porque as equipes dos bombeiros ainda não conseguiram ter acesso a todas as localidades atingidas pelo fogo. No país, as mortes foram registradas em Guarda, Coimbra, Castelo Branco e Viseu. Na Espanha, foram registradas na região de Pontevedra, na Galícia.

Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados