Procon autua Uber por cobrança de serviços não prestados

Após ter enfrentado semanas de polêmicas em outros países, a Uber agora terá que responder a acusações de irregularidades no Brasil

Publicado em 15/03/2017

Após ter enfrentado semanas de polêmicas em outros países, a Uber agora terá que responder a acusações de irregularidades no Brasil. Isso porque o Procon de São Paulo autuou e multou a empresa em R$ 13.653,33 por ter cobrado de seus clientes por serviços não prestados. Segundo o órgão de desfesa do consumidor, a empresa também não exibe em seu site informações exigidas por lei. Em nota (confira abaixo), a Uber afirma que irá apresentar os esclarecimentos ao órgão.



Veja Também: BMW i3 2018 vai estrear novo visual e maior autonomia em Frankfurt

A autuação do Procon foi oficializada nesta quarta-feira (8). Para o órgão, a Uber cobrou de alguns de seus clientes por serviços não prestados, “exigindo dos consumidores vantagens manifestamente excessiva”. Estes usuários do Uber têm direito a receber de volta o dobro do valor cobrado indevidamente, mas isso não tem acontecido, segundo o Procon. Todos os clientes que foram cobrados indevidamente devem registrar junto à Uber a solicitação da devolução do dinheiro em dobro. Caso a empresa não faça o pagamento, o consumidor deve procurar os órgãos de defesa e encaminhar o registro da reclamação junto à empresa.Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados