Queda de avião em shopping na Austrália mata piloto e turistas americanos



Publicado em 23/02/2017

Um piloto australiano e quatro turistas americanos que estavam em férias morreram em um acidente aéreo nesta terça-feira em Melbourne, na Austrália. O avião em que estavam, um bimotor Beechcraft Super King Air, teve uma pane elétrica ao decolar e se chocou contra um shopping center, causando um incêndio.
O centro comercial DFO (Direct Factory Outlet), vizinho ao aeroporto de Essendon, ainda não estava aberto ao público no momento da queda. A embaixada dos EUA em Camberra confirmou que quatro dos mortos eram cidadãos americanos. Os texanos Greg Reynolds De Haven e Russell Munsch haviam sido identificados como vítimas por seus parentes em redes sociais. O piloto era Max Quartermain, proprietário da companhia de charter aéreo Corporate and Leisure Travel.

Veja Também: Para cobrir rombo, contas de luz devem ficar 7% mais caras em 2017


A aeronave, que fazia um voo fretado, se dirigia à Ilha King, na Tasmânia, e caiu pouco após decolar às 9h locais (19h de segunda-feira em Brasília) do Aeroporto de Essendon, o segundo mais importante de Melbourne. O piloto emitiu um alerta quando decolava, segundo declaração do superintendente da polícia de Victoria, Mick Frewen, explicando que aparentemente se tratou de “uma falha catastrófica do motor”.
A polícia afirmou que nenhuma pessoa do centro comercial ficou ferida. No entanto, diversas testemunhas, em estado de choque, tiveram de ser atendidas.
O premiê de Victoria, Daniel Andrews, descreveu o acidente como o pior já registrado em três décadas no estado.
Imagens de televisão mostraram os restos carbonizados do avião e os danos materiais provocados no shopping e nos edifícios próximos.Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados