Lei do Gás é aprovada por unanimidade e vai atender famílias de baixa renda em Araçariguama

O programa de cunho social tem como principais objetivos qualificar e preparar para o mercado de trabalho jovens e adultos pertencentes à famílias de baixa renda

Publicado em 23/02/2017

De autoria da Prefeita Lili Aymar, o projeto de lei 006/2017 que cria o Grupo de Apoio Social – GAS foi aprovado por unanimidade na sessão da Câmara Municipal ocorrida na última 3ª feira. O programa de cunho social tem como principais objetivos qualificar e preparar para o mercado de trabalho jovens e adultos pertencentes à famílias de baixa renda.
Entendendo a urgência e a importância do projeto, o Presidente da Casa de Leis, vereador Ademário Jesus Mendes, o Bahia Cabeleireiro, acatou o pedido dos demais vereadores e colocou o projeto para ser lido e votado na mesma sessão, tendo o mesmo sido aprovado por 10 votos. Na ocasião o Presidente também manifestou o seu voto favorável ao programa.


Veja Também: Para cobrir rombo, contas de luz devem ficar 7% mais caras em 2017


De acordo com a lei, o programa visa qualificar teoricamente pessoas desempregadas de ambos os sexos, que estejam cursando ou já tenham concluído o nível médio ou superior e se preparem para desempenhar funções de interesse da administração municipal. Dentre as exigências para integrar o GAS, o candidato não deve ter rendimento maior que 1/5 do salário mínimo “per capita” na família. O salário a que terá direito é de R$ 1.000,00 e poderá permanecer no emprego por até um ano ou prorrogável pelo mesmo período.
A Prefeita Lili Aymar se disse satisfeita com a aprovação do GAS e destacou que o programa é mais um compromisso de campanha que está sendo cumprido em pouco mais de 30 dias de governo. “Graças a Deus vamos atender várias famílias em todo o município. Isso é motivo de muita alegria e de grande responsabilidade social. Tenho certeza que Araçariguama aos poucos está reencontrando o caminho do desenvolvimento e, principalmente, das oportunidades para todos”, destacou.Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados