App bomba transformando selfies em ‘animes’, mas é um pesadelo de privacidade

O aplicativo que é a febre do momento se chama Meitu, criado pela empresa chinesa de mesmo nome

Publicado em 26/01/2017

O aplicativo que é a febre do momento se chama Meitu, criado pela empresa chinesa de mesmo nome. O app já teve mais de 10 milhões de downloads segundo o Google Play e também está bombando no iOS, com a capacidade de transformar suas fotos em algo que parece ter saído de um desenho animado japonês, os famosos animes.
O resultado é meio bizarro, mas isso não impede que as pessoas experimentem e se divirtam compartilhando suas fotos alteradas, gerando sempre algumas boas risadas com amigos no processo. Divertido e inocente, não é mesmo?
Nem tanto. O aplicativo é um pavor em termos de privacidade, e só deve usar quem realmente não tem o menor problema em ter todos os seus passos monitorados. Isso porque o Meitu pede basicamente TODAS as permissões que seu celular é capaz de dar, quando para ele funcionar bastaria apenas o acesso à câmera, ao armazenamento e talvez o acesso à Internet. Mas não é assim que o aplicativo funciona. Além destas permissões básicas e esperadas, ele quer saber a localização do usuário, quer informações sobre o seu celular (incluindo a identidade do aparelho com IMEI e endereço MAC), acesso completo à rede, a capacidade de alterar configurações, a possibilidade de ser iniciado automaticamente quando o celular é ligado.

Veja Também: Brasileiro Hugo Barra está deixando a Xiaomi

O pesquisador Jonathan Zdziarski percebeu que o aplicativo checa regularmente se o celular tem jailbreak, qual operadora a pessoa usa, além de monitorar o endereço MAC do aparelho, que permite identificar individualmente o celular. Com tudo isso, o especialista aponta que o aplicativo é, na verdade, uma coleção de ferramentas de análise e pacotes de monitoramento de marketing e anúncios unidos com uma carinha bonita para fazer as pessoas usá-lo.Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados