Fitoenergética: a cura a partir das plantas

Quando se fala no poder de cura das plantas, automaticamente o conceito de medicina alternativa vem à cabeça, associado a incontáveis receitas de chá, remédios e até pratos culinários

Publicado em 12/01/2017

Quando se fala no poder de cura das plantas, automaticamente o conceito de medicina alternativa vem à cabeça, associado a incontáveis receitas de chá, remédios e até pratos culinários. Mas uma área que muita gente desconhece e de certa forma é pouco explorada por especialistas é a fitoenergética, ou fitoenergia, que aborda justamente a capacidade natural das plantas em transmitir equilíbrio, por meio de sua energia.
Cercados por uma rotina agitada, regrada por momentos de grandes emoções, as pessoas não fazem ideia dos benefícios que a própria natureza pode trazer para si mesmas, através da troca de boas sensações e seu poder curativo.
Em entrevista para a Rádio Nacional da Amazônia, a terapeuta Patrícia Cândido, responsável por dirigir estudos sobre a cura a partir das plantas, conversou com Mara Régia sobre o assunto, além de contar um pouco mais sobre sua participação em um encontro que reuniu mais de 300 pessoas sobre Fitoenergética à distância e seus benefícios.

Veja Também: Tabagismo custa US$ 1 trilhão e em breve vai matar 8 milhões por ano, diz estudo


Para abordar o tema, a especialista define as plantas como ‘termômetros do ambiente’, capazes de absorver sentimentos, sejam eles bons ou ruins, e até transmiti-los para as pessoas. “Muitas vezes uma pessoa vai à sua casa e uma planta murcha depois dessa visita. Não significa que é uma pessoa invejosa, ou que ela colocou mau olhado na planta, mas significa que a pessoa está em desequilíbrio”, exemplifica Patrícia.
A terapeuta explica que a fitoenergética é um sistema de cura natural que se caracteriza pela percepção das plantas sobre as emoções presentes no indivíduo, e de como isso pode ser alterado pela própria natureza. “Nós vivemos hoje num mundo muito agitado, com emoções conturbadas e conflitantes, e nós perdemos muita energia no dia a dia”, conta a pesquisadora.
Para desenvolvê-la, Patrícia cita algumas dicas pontuais sobre fitoenergia:

- Uso do Cravo da índia para estimular a energia mental, o raciocínio, a concentração e limpa a mente das preocupações. Para absorver seus benefícios, receitas de chá ou adição de saches em algumas refeições podem ser úteis.
- Para acalmar as emoções, a Camomila é a indicada, auxiliando o indivíduo a manter seu equilíbrio emocional. Em uma receita combinada com o Cravo da Índia, os efeitos fitoenergéticos podem ser potencializados.

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados