Menino com autismo que não pode ser tocado faz ‘amizade instantânea’ com cão terapeuta

Aós dois anos esperando que um cachorro ficasse disponível para adoção

Publicado em 27/10/2016

Um menino com autismo que não pode ser tocado ou abraçado se conectou pela primeira vez com alguém - seu cão terapeuta.v
Kainoa Niehaus, de 5 anos, viajou do Japão ao centro 4 Paws For Ability(4 patas pela capacidade, em tradução livre), em Ohio (EUA), após dois anos esperando que um cachorro ficasse disponível.
Shanna, mãe do menino, compartilhou uma foto do filho descansando a cabeça em Tornado. “Está vendo este momento? Nunca tinha experimentado um momento como esse”, escreveu na publicação. “Esta foto captura o rosto de uma mãe que vê seu filho - a quem ela não pode abraçar, dar banho, trocar de roupa, mimar e tocar - deitar livremente sobre seu cão terapeuta por desejo próprio, num vínculo intencional e direto”, continuou a mãe.

Veja Também: Brasil enfrenta epidemia de sífilis: saiba como se proteger


“Esta é a cara de uma mãe que viu seu filho passar por incontáveis experiências malsucedidas de interação social, na tentativa de fazer um amigo. Qualquer amigo. Qualquer tipo de conexão.”
A mãe escreveu que se sentava com o filho à noite “enquanto ele chorava porque não conseguia criar ligações consistentes fora da família”. “E isso por mais que ele tentasse e se dedicasse nas terapias.”
4 Paws For Ability é uma ONG que fornece cães de serviço para crianças com deficiência e idosos que perderam o uso dos membros ou a audição.Curta nossa Fanpage no Facebook

Publicidade

© 2016 - Jornal NC. Todos os direitos reservados