Temer afirma que pretende concluir em maio novo regime automotivo, o Rota 2030

Novo regime é aguardado pelas montadoras, que precisam conhecer as regras para planejar investimentos no país

Publicado em 12/04/2018

O presidente Michel Temer afirmou que pretende concluir no próximo mês o Rota 2030, novo regime automotivo brasileiro. Temer deu a declaração durante evento em Salvador (BA). Ele participou da posse de diretores da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) e da Confederação das Indústrias do Estado da Bahia (Cieb).
A conclusão do Rota 2030 é aguardada pelo setor.
O regime anterior, o Inovar Auto, se encerrou no final de 2017 e o novo modelo ainda não entrou em vigor. Montadoras têm declarado que precisam conhecer as regras para planejar próximos investimentos no país.
O Rota 2030 deverá trazer novidades como incentivos à produção de veículos elétricos e híbridos e ao aumento da segurança dos veículos.
O atraso na divulgação do regime se deve, em especial, à falta de consenso entre os ministérios da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic) e da Fazenda sobre o aumento ou redução de impostos e a forma de fazer a renúncia fiscal, que deve ficar em torno de R$ 1,5 bilhão ao ano, mesmo montante do regime anterior.
Diferentemente do Inovar Auto, o subsídio para as indústrias no Rota 2030 não deve ser condicionado à produção local, mas sim a investimento em pesquisa e desenvolvimento (P&D). Mas os ministérios não se entenderam sobre como essa renúncia será feita.
No discurso, Temer voltou a afirmar que vai renovar incentivos para o setor automotivo no Nordeste pelos próximos cinco anos. O presidente não detalhou as condições destes incentivos.


Veja Também:
Projeto de lei pretende evitar perda de garantia em revisão fora da concessionária



Curta nossa Fanpage no Facebook



Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados