Saiba quais são as principais dúvidas que os consumidores têm na hora de abastecer



Publicado em 24/02/2016

Para esclarecer as principais dúvidas sobre o combustível do seu carro, Alfredo Castelli, diretor da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA) fala sobre o assunto.
Qual a função dos aditivos? A gasolina aditivada ajuda a melhorar a lubrificação dos componentes e o desempenho do motor. Já os aditivos presentes no etanol são anticorrosivos e lubrificantes.
Em quais condições vale a pena usar gasolina aditivada? Em qualquer condição, desde que seja de forma contínua. Quando você usa gasolina aditivada constantemente, está promovendo uma limpeza e mantém o motor em boas condições.
O que é e qual a função do etanol aditivado? O etanol aditivado possui anticorrosivos. Hoje os veículos flex já são fabricados com componentes de proteção antiwcorrosiva, contudo, o aditivo pode impedir problemas nas válvulas e outros componentes.
O que é combustível velho? Qual o prazo dele no tanque para ser chamado assim? O combustível se torna “velho” devido à oxidação que ocorre quando ele fica muito tempo armazenado, seja no tanque do carro ou na bomba de combustível. Não é possível calcular um prazo, pois depende de fatores como exposição ao sol, temperatura ambiente e circulação de ar.

Veja Também: Motorista pode deixar de ser multado ao esquecer CNH

Devo alternar entre álcool e gasolina no meu carro flex? Não necessariamente. Pode ser alternado, ou abastecer com ambos, independentemente.
Posso misturar álcool aditivado com gasolina comum ou aditivada? Pode. As concentrações normais de aditivos não devem ser suficiente para causar danos. Mas nunca use aditivo específico para etanol com outro combustível e vice-versa. O aditivo do etanol evita a formação de gel no tanque e não deve ser usado concomitantemente com a gasolina.Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados