Qatar condena holandesa que denunciou estupro por “adultério”

A jovem será expulsa do Qatar depois de pagar uma multa

Publicado em 16/06/2016

Um tribunal do Qatar condenou nesta segunda-feira (13) a um ano de prisão - com suspensão condicional da pena - por “adultério” uma holandesa de 22 anos que, quando estava de férias neste país do Golfo, foi detida depois de denunciar um estupro, informou uma fonte judicial.
A jovem, identificada como Laura e que não estava presente na audiência, será expulsa do Qatar depois de pagar a multa de 3 mil rials (R$ 2.730, US$ 799), segundo a mesma fonte.
Um homem, julgado pelo mesmo caso, receberá 100 chicotadas por “adultério” e outras 40 chicotadas por “consumo de álcool”, o que é proibido neste emirado ultraconservador.


Veja Também: 50 mortos no pior massacre nos EUA desde o 11 de setembro


Laura foi detida em março por “suspeita de adultério, o que significa relações sexuais fora dos vínculos do matrimônio”, proibidas no Qatar, havia afirmado à AFP seu advogado, Brian Lokollo.
Laura, natural de Utrecht, na região central da Holanda, compareceu a um hotel onde o consumo de bebidas alcoólicas estava autorizado.Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados