Presidente da Câmara dos EUA é criticado por post com “selfie com menos diversidade da história”



Publicado em 25/07/2016

Uma selfie com estagiários postada pelo presidente da Câmara dos EUA gerou um debate sobre diversidade e “privilégio dos brancos” nos Estados Unidos.
A legenda da foto, publicada pelo republicano Paul Ryan, dizia: “Acho que isso bate o recorde de maior número de estagiários do Capitólio em uma única selfie.”
Mas milhares de pessoas repararam que a foto é dominada por pessoas brancas. A foto foi chamada de o “selfie com menos diversidade da história”. O assunto repercutiu na convenção do Partido Republicano que confirmou Donald Trump como candidato à Presidência.
Apesar de o Congresso americano ter, atualmente, sua formação mais diversa, as minorias ainda são subrepresentadas quando comparadas à população do país.

Veja Também: Governo vai propor mudanças na lei trabalhista até fim do ano

Segundo instituto de pesquisas Pew, 83% do Congresso é branco, enquanto este grupo étnico corresponde a 62% da população americana.
Já outros grupos étnicos (negros, hispânicos, asiáticos e indígenas, por exemplo) estão representado apenas por 17% do Congresso, enquanto são 38% da população.
As minorias étnicas também correspondem a apenas 7,1% da equipe de funcionários sênior do Senado, de acordo com pesquisa do Joint Center de 2015.
Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados