Poucas noites mal dormidas afetam nosso metabolismo e saúde mental

Um estudo da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, já mostrou que os brasileiros estão entre os que menos dormem no mundo

Publicado em 13/11/2017

Com a chegada do horário de verão, vem sempre a polêmica. Enquanto alguns celebram os dias mais longos, há quem reclame da “hora a menos” de sono ao adiantar os ponteiros do relógio. Um estudo da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, já mostrou que os brasileiros estão entre os que menos dormem no mundo.

A média é de 7h36 por noite. O que, para muitas pessoas, não é suficiente. Há alguns anos, o programa da BBC “Trust Me I'm a Doctor” (“Confie em mim, eu sou médico”, em tradução livre para o português) realizou um experimento em parceria com a Universidade de Surrey, na Inglaterra. E qual foi o resultado?

Veja Também: Mais de 90 cidades paulistas não têm coleta seletiva de lixo, aponta TCE

Sarah Reeve, estudante de doutorado que conduziu o experimento, ficou surpresa com a rapidez com que o humor dos participantes mudou. Três dos quatro voluntários consideraram a experiência desagradável.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados