Partidos opositores querem afastamento de Eduardo Cunha

Líderes do DEM afirmaram em entrevista coletiva

Publicado em 23/10/2015

Os líderes do partido DEM (Mendonça Filho (PE), do PPS, Rubens Bueno (PR) e Bruno Araújo (PSDB-PE), da Minoria), disseram no dia 20 de outubro, em entrevista coletiva, que a oposição defende que o processo contra Cunha no Conselho de Etica tramite o mais rápido possível, já que Cunha disse que não pretende renunciar à presidência.
Ao ser questionado a respeito do apoio do também oposicionista Solidariedade a Eduardo Cunha, Mendonça Filho disse respeitar a posição do presidente nacional do Solidariedade, o deputado Paulinho da Força (SP).
O PSOL, que também faz oposição ao governo, “mas de esquerda” criticou a postura dos oposicionistas. “A nota que cinco partidos assinaram no dia 10 de outubro foi uma nota para o mundo, para fora e que não tem existência aqui dentro da Câmara. Isso é péssimo para o parlamento brasileiro”, disse ele.

Veja Também: Oposição adia o pedido de impeachment contra presidenta Dilma

Em resumo, o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), disse que pedir a renúncia de Cunha não é uma questão de governo. “O diálogo do governo com o presidente da Casa é no sentido de fluir a pauta, votar as matérias, discutir a agenda econômica do país. Sobre as questões internas são as lideranças partidárias que devem se manifestar”, disse. “Eu não posso me manifestar e nem é o caso. Eu, pelo governo, estou preocupado com a agenda, com as matérias, essa questão diz respeito às bancadas partidárias.”


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados