ONGs pedem inclusão de direitos humanos na pauta da cúpula entre as Coreias

Quarenta organizações internacionais pediram ao presidente da Coreia do Sul que dê prioridade aos direitos humanos na próxima cúpula com a Coreia do Norte

Publicado em 12/04/2018

Quarenta organizações internacionais, entre elas a Anistia Internacional, Human Rights Watch e as organizações não governamentais latino-americanas Associação Pró Direitos Humanos, do Peru, e Desenvolvimento da América Latina, da Argentina, pediram ao presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, que dê prioridade aos direitos humanos na próxima cúpula com a Coreia do Norte. As ONGs enviaram carta a Moon, onde celebram o degelo das relações entre os dois países e reivindicam que as conversas do próximo dia 27 levem a uma melhora na situação dos norte-coreanos.
Essas organizações estimam que desde o início da guerra entre as duas Coreias, na década de 1950, cerca de 1 milhão de coreanos foram separados de seus familiares, vítimas de desaparecimentos forçados ou sequestrados. Apesar do degelo entre os dois países, essas ONGs consideram que a Coreia do Sul “não deveria ceder diante das ameaças aos direitos humanos do Norte” e destacam a necessidade de “pressionar” para que elas façam parte das negociações.

Veja Também: título do texo

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados