Moradores da região pedem segurança para animais em vias

As capivaras são as maiores vítimas da falta de segurança nas vias da região

Publicado em 28/07/2016

Muitas pessoas se surpreendem ao chegar em Alphaville e se deparar com um grande roedor que faz parte do dia a dia do bairro, sobretudo nas proximidades do Rio Tietê: as capivaras. Mas para quem vive na região, os cuidados com esse mamífero são cada vez maiores, sobretudo com os avanços das obras de duplicação da Via Parque, o que tem deixado esses animais ainda mais expostos. Não são raros atropelamentos de animais silvestres no bairro e na sexta-feira (17) mais uma capivara foi vítima da falta de segurança proporcionada pelas autoridades à fauna local. O caso fez com que a condutora do veículo criasse um abaixo-assinado para que os responsáveis tomem providências a fim de evitar novos acidentes e mortes.
Moradora da avenida Universitário (em Santana de Parnaíba), uma das que dão acesso à Via Parque, que está em obras para duplicação, Talita Barboza já estava perto de casa quando atropelou uma capivara. Com pouca iluminação no local, a motorista não conseguiu ver o animal, que não sobreviveu.

Veja Também: Lei do farol baixo já autuou mais de 100 motoristas na região

“Sou jovem, era noite, estava sozinha e tremia tentando ajudá-la, mas não consegui. É uma via movimentada, onde não há sinalização suficiente, luz adequada, fiscalização ou qualquer coisa que remeta segurança aos pedestres e motoristas, muito menos aos animais”, relata a moradora.
Por conta do episódio, Talita começou um abaixo-assinado para cobrar providências dos setores responsáveis. “Eles devem arcar com todas as providências necessárias para garantir que os animais não cheguem à pista”, justifica Talita.
O documento para assinatura está disponível no link: https://goo.gl/q8fXTT.
A reportagem entrou em contato com a prefeitura de Santana de Parnaíba para saber quais medidas estão sendo tomadas para garantir a segurança dos animais nesses espaços, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.
A prefeitura de Barueri, por sua vez, cuja Via Parque também faz parte, pontuou que as capivaras atravessam a via para se alimentar e voltam para o rio, dentro do Parque Ecológico, que no momento não pode ser todo cercado. A administração informou ainda que o que pode ser feito é a instalação de placas de aviso de travessia de animais silvestres e redução de velocidade nestes locais. A prefeitura afirmou ainda que aguarda a retomada das obras no local para que essas placas sejam instaladas no trecho.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados