Montadoras alemãs são suspeita de financiar ‘abomináveis’ testes em macacos e humanos

Governo alemão condena testes com fumaça de combustível fóssil em humanos e macacos

Publicado em 01/02/2018

O governo da Alemanha condenou a realização de testes financiados por fabricantes de automóveis do país em que e macacos e humanos tiveram de inalar fumaça de escapamento. Os experimentos, que teriam sido conduzidos com o objetivo de defender o uso de diesel em automóveis, foram noticiados nos últimos dias pelo jornal The New York Times - que veiculou reportagem sobre testes realizados com 10 macacos na cidade americana de Albuquerque, no Estado de Novo México - e pela imprensa alemã, que se concentrou em testes realizados com humanos em um laboratório em Aachen, próximo à fronteira com a Holanda.

Veja Também:CIA acredita que armas da Coreia do Norte visam coerção, e não apenas defesa

Os veículos de imprensa alemães afirmam que a pesquisa foi realizada por um grupo chamado EUGT, financiado, por sua vez, pelas empresas BMW Volkswagen e Daimler. Em sua defesa, as empresas têm dito que não conheciam os detalhes dos experimentos que financiaram. O governo alemão declarou não haver motivo para a realização de experimentos dessa natureza e exigiu mais detalhes sobre eles. “Esses testes em macacos ou mesmo em humanos não podem ser justificados do ponto de vista ético, de forma nenhuma”, disse o porta-voz do governo Steffen Seibert. A ministra do Meio Ambiente, Barbara Hendricks, chamou os experimentos de “abomináveis” e se disse chocada que cientistas tenham concordado em conduzi-los.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados