Ministério Público e DIS pedem prisão de Neymar à Justiça espanhola

DIS pediu a prisão do jogador brasileiro por cinco anos por conta da negociação do craque em 2013

Publicado em 24/11/2016

O “caso Neymar” ganhou uma notícia bombástica nesta quarta-feira, 23. Tanto o jornal Marca quanto o As trazem a informação de que a DIS pediu para à Justiça espanhola a prisão do jogador brasileiro por cinco anos por conta da negociação do craque em 2013.



O fundo de investimento acusa o Santos, o Barcelona e o staff de Neymar de ocultar os valores reais da transação para diminuir a participação do grupo nos lucros do negócio. A DIS quer que o atleta fique impossibilitado de jogar neste período e também pedem uma indenização que pode chegar a quase R$ 700 milhões.



Veja Também: Neymar quebra recorde histórico na Champions League



A acusação da empresa, que detinha 40% dos direitos federativos do camisa 11 do Barça, também quer a prisão dos pais do craque por igual período e também de Josep Maria Bartomeu, presidente do clube catalão, e seu antecessor, Sandro Rosell, por oito anos, todos por corrupção. Outro desdobramento da ação da DIS seria uma indenização entre 159 e 195 milhões de euros.



Já a Promotoria local é outra que protocolou ação na Justiça da Espanha pedindo dois anos de prisão e 10 milhões de multa para Neymar e cinco anos de reclusão para Rosell e Bartomeu. Santos e Barcelona também seriam multados.



Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados