Marcelo Odebrecht é condenado a 19 anos por corrupção e lavagem



Publicado em 08/03/2016

Nesta terça-feira (8), a Justiça Federal condenou o empresário Marcelo Odebrecht a 19 anos e quatro meses de prisão por envolvimento no esquema de corrupção descoberto na Petrobras pela Operação Lava Jato. Ele foi considerado o mandante dos crimes cometidos pela empreiteira, uma das maiores no país, acusada de pagar R$ 108 milhões e US$ 35 milhões em propina para agentes da Petrobras.
O empresário está preso preventivamente desde junho de 2015, em Curitiba, decorrente do processo da Lava Jato. Ele foi condenado por crimes de corrupção ativa, lavagem de dinheiro e associação de criminosos. Conforme a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF), a Odebrecht, ao lado de outras empreiteiras brasileiras, frustraram licitações da Petrobras para a contratação de grandes obras como as da REPAR, RNEST e COMPERJ.

Veja Também: Em nota, Prefeito Gil Arantes anuncia sua saída da política

Foram condenados ainda os executivos da construtora Márcio Faria da Silva, Rogério Santos de Araújo, Cesar Ramos Rocha e Alexandrino de Salles Ramos de Alencar; e os ex-diretores da Petrobras, Renato Duque, Paulo Roberto Costa e Pedro Barusco, além do doleiro Alberto Youssef. Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef tiveram as penas abreviadas por terem firmado acordo de delação premiada.


Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados