Justiça suspende 204 contratos de enfermeiros em Carapicuíba por suspeita de fraude

Com a suspensão dos contratos, muitos pacientes do bairro Bom Pastor ficaram sem atendimento no último sábado (20)

Publicado em 25/08/2016

A Justiça determinou que a Prefeitura de Carapicuíba, suspenda o contrato de 210 funcionários da área de saúde por conta de uma suspeita de fraude em suas contratações. A administração municipal também foi proibida de admitir novos servidores sob pena de multa diária de R$ 20 mil.
Enfermeiros, técnicos em enfermagem e agentes comunitários, que ganhavam entre R$ 979 e R$ 2740, tiveram os contratos suspensos. Eles faziam parte do programa municipal de saúde da família, implantado em 2013. Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), as contratações foram feitas irregularmente porque, em vez de convocar aprovados em concurso público, a Prefeitura fez contratos emergenciais por meio de processos seletivos.
Ainda de acordo com o MPE, as contratações foram feitas desta maneira para favorecer apadrinhados políticos.

Veja Também: Polícia prende quatro vereadores de Carapicuíba durante sessão por fraude

Com a suspensão dos contratos, muitos pacientes do bairro Bom Pastor, em Carapicuíba, ficaram sem atendimento. Em mais de três anos, apenas um concurso público foi realizado no município, em 2015. Nele, 113 técnicos em enfermagem se classificaram, mas, até o momento, nenhum foi convocado. 1096 enfermeiros também foram aprovados e somento um foi chamado, mas ele decidiu não assumir a vaga.
Em nota, a Prefeitura disse que vai se defender na Justiça e que adota todas as medidas possíveis para minimizar o prejuízo no atendimento à população causado pelo diminuto número de servidores da saúde.Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados