Hyundai prepara Ioniq elétrico com mais de 320 km de autonomia para 2018



Publicado em 18/11/2016

O Hyundai Ioniq é uma das atrações da marca sul-coreana no Salão do Automóvel 2016, mas apenas a versão híbrida está sendo mostrada aqui. Lá fora, porém, o médio ecológico tem versões plug-in e elétrica, esta última com apenas 200 km.
A montadora foi lenta ao desenvolver esta última opção, ainda mais se tratar de um segmento que evolui rapidamente, assim como o alcance das baterias de lítio. Diante disso, antes mesmo de chegar ao consumidor americano, por exemplo, o Hyundai Ioniq elétrico já chega quase “natimorto”.
A salvação virá apenas em 2018, quando a Hyundai promete alcance de mais de 320 km para a versão elétrica, bem mais do que a autonomia atual. A manobra queima a imagem do produto logo de cara, pois quem comprar o primeiro lote, saberá que tem um mico nas mãos, exceto se a marca prover a devida atualização e, de quebra, sem custo.
A Hyundai reconhece que 200 km não são suficientes, mas mesmo assim é o que o Ioniq EV irá oferecer em 2017 ao consumidor dos EUA. A marca vai ter que correr contra o tempo, pois a Nissan terá a segunda geração do Leaf também com mais de 320 km de autonomia, sendo esperados 400 km de alcance.

Veja Também: De cara nova, Kia Cerato 2017 chega por R$ 76.990


Por enquanto, o destaque no segmento de elétricos é o Chevrolet Bolt, que tem 383 km de autonomia no padrão EPA, superando até mesmo a previsão do Tesla Model 3, que é de 346 km. Em todos esses, o sistema elétrico é nativo, enquanto o Ioniq é uma mescla com versões híbridas e com foco direcionado no Toyota Prius. De qualquer forma, se a Hyundai quer brigar entre os elétricos, precisará de mais energia em seu novo produto.
Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados