Ex-presidente da Guatemala e ex-presidente da Oxfam são presos por corrupção

Além de Alváro Colom, oito ministros foram presos acusados de fraudar e desviar milhões de dólares do sistema de transporte público

Publicado em 16/02/2018

O ex-presidente da Guatemala, Álvaro Colom Caballeros, e oito ex-ministros de seu governo, foram presos no último dia 13, Cidade da Guatemala a partir de 2009. Entre os ex-ministros detidos na operação coordenada pelo Ministério Público (MP) guatemalteco está Juan Alberto Fuentes Knight, que, presidia a organização humanitária Oxfam International. Durante o governo Colom, Fuentes chefiou a pasta de Finanças Públicas.
Pouco depois de ser detido em sua residência, Colom disse a jornalistas que, para sua equipe, todo o projeto transcorreu dentro da legalidade. “Veremos o que diz o juiz”, declarou.

Veja Também: Governo da Flórida assumirá despesas com funerais das vítimas do massacre

A Oxfam anunciou que Fuentes renunciou ao cargo para se defender das acusações. Colom estava à frente da entidade desde abril de 2015, quando a ONG anunciou que sua nomeação coincidia com uma “importante mudança institucional, em um momento em que a Oxfam se reorganiza para se converter em uma entidade mais global”. Segundo a Procuradoria-Geral da Guatemala, os indícios de irregularidades na gestão indicam que US$ 35 milhões foram desviados por meio de mecanismos legais fraudulentos.

Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados