Cunha renuncia à presidência da Câmara dos Deputados

Cunha é alvo de pelo menos cinco processos e estava afastado do cargo de presidente da Casa desde abril

Publicado em 07/07/2016

O presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), renunciou nesta quinta-feira, dia 7 de julho, às 13h ao cargo de deputado federal e da presidência da casa.
“Resolvi ceder aos apelos generalizados dos meus apoiadores [...] Somente a minha renúncia poderá pôr fim a esta instabilidade sem prazo. A Câmara não suportará infinitamente”, disse.
Em ocasiões anteriores, por várias vezes, Cunha negou que iria renunciar. A Câmara terá que convocar novas eleições no prazo de até cindo sessões plenárias para decidir quem comandará a casa até fevereiro.

Veja Também: Secretário de Temer é acusado de agressão, assédio e ameaça por duas mulheres


Com a renúncia, pode se encerrar o impasse sobre a permanência de Waldir Maranhão (PP-MA) no comando da Câmara. Maranhão assumiu o cargo desde que Cunha foi afastado da presidência da Câmara pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
Cunha é alvo de pelo menos cinco processos, além de ter sido afastado no mês de abril, do comando da Casa por decisão do ministro do STF Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato. A medida, acompanhada pelos 11 ministros da Corte, foi em resposta à acusação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de que Cunha tem atrapalhado as investigações.
Curta nossa Fanpage no Facebook


Publicidade


Contato

Telefone
(11) 98983-6042

Endereço
Edifício Beta Trade
Rua Caldas Novas, 50, Sala 175,
Bethaville I - SP, CEP 06404-301.


©2014 2018 - Jornal NC. Todos os direitos reservados